Seja um Ativista Seja um Associado Faça uma Doação Lojinha Adote Sobre a PEA

Página Inicial

Crueldades com Animais
Informações
Fotos e Vídeos
Panfleto Educacional
Slides
 

Ajude a PEA

 

Ajude a combater os maus tratos e o abandono de animais. Seu apoio é muito importante.

Faça a Diferença

Clique Aqui

Você também pode ajudar

efetuando sua contribuição nos bancos abaixo

 

Banco Itaú

 Agência: 1574

Conta Corrente: 22004-0

 

Bradesco

  Agência: 0665-3

Conta Corrente: 127.526-7

 

CNPJ: 05.872.606/0001-30

 
Acesse, Copie, Divulgue

 

 

Siga a PEA

 

 

Animais em Circos


Introdução

Os Animais

Últimos Acontecimentos

Circos Sem Animais

Circos Com Animais

Cidades Brasileiras que Proíbem o Uso de Animais em Circos

O que Fazer

 

 

Introdução

A principal missão da PEA é a educação e a conscientização da população sobre a defesa e os direitos da Fauna e do Meio Ambiente em geral. Especificamente quanto ao combate à utilização e exploração de animais em circos, a PEA vem se aproximando de políticos preocupados com o problema, apoiando projetos de lei que proíbam o uso de animais em circos em todos os municípios brasileiros, realizando campanhas de conscientizando junto à população, e incentivando a reflexão sobre o assunto por parte da opinião pública. A sociedade tem demonstrado muita receptividade com a idéia de abolir a utilização de animais em circos. Quando as pessoas tomam conhecimento dos bastidores dos espetáculos, passam imediatamente a questionar sobre o direito e a necessidade de se manter animais enjaulados e acorrentados por toda a vida.

 

Há alguns anos eram mais de 3.500 circos com animais espalhados pelo Brasil, hoje, após anos de luta de entidades de proteção ao meio ambiente, esses circos estão se extinguindo. Não se sabe ao certo quantos animais ainda são mantidos neste tipo de cárcere.

 

Ao invés de proibir por que não implanta-se um órgão fiscalizar de animais em circo? Ora, isso seria como implantar um órgão oficial de fiscalização ao trabalho escravo. Não podemos admitir essa exploração comercial de seres vivos aprisionados.

 

Substituir animais por arte é uma tendência mundial e irreversível. Cada animal utilizado em circo significa um emprego a menos, um artista desempregado, um malabarista no farol das grandes cidades, e um animal escravizado e condenado a viver pelo resto da vida enjaulado e sendo obrigado a desempenhar um papel completamente incompatível com sua natureza. Ao proibir o uso de animais, mais oportunidades de empregos para artistas humanos de talento inquestionável serão criadas, a diversão continua garantida e a sociedade será mais justa, visto que o exemplo dado às crianças será de esforço e superação humana, e não mais de exploração e dominação pela força. Alguns dos melhores e mais respeitados circos do mundo, como o nacional Circo Spacial e o canadense Cirque du Soleil, não utilizam animais em seus números, e são exemplos de que a verdadeira arte vai muito além da imaginação.

 

Para incentivar a proibição do uso de animais em circos, os pais e crianças devem boicotar os circos que mantém espetáculos com animais. Os pais devem mostrar arte e cultura ao invés de exploração, grades, correntes e chicotes. Devem ensinar seus filhos a construírem uma sociedade que respeite a natureza. Vale salientar que nenhuma criança gosta de ver um animal sofrendo. Toda criança que teve a oportunidade de ver a foto de um animal maltratado em circo abominou a hipótese de presenciar um espetáculo envolvendo animais. Portanto, antes de levar seu filho a um circo, certifique-se de que não são utilizados animais.

 

Alguns municípios já proibiram o uso de animais em circos. Porém, é muito importante a participação da sociedade. Qualquer pessoa pode colaborar denunciando qualquer tipo de maus tratos e abusos. A denúncia é um ato de cidadania e o primeiro passo para o cumprimento das leis. Depende de nós, cidadãos brasileiros, denunciar e exigir respeito. Só assim podemos acreditar num futuro melhor, com crianças educadas e uma sociedade vivendo em harmonia.

 

Ao presenciar circos com animais, verifique se o município tem lei proibitiva e, em caso positivo, chame a polícia. Se o município não tiver lei específica, observe se é possível constatar ferimentos nos animais, subnutrição, mutilação, estresse, maus tratos flagrante e, em caso positivo, chame a polícia.

 

>voltar<

 

 

Os Animais

Os animais usados nos circos são geralmente animais silvestres, alguns até em vias de extinção, que costumam ser capturados ainda filhotes em caçadas que resultam na morte de seus pais.

 

São treinados a executarem determinadas rotinas muitas vezes por métodos violentos e diários, que incluem açoitamento, choques elétricos, objetos pontiagudos, espancamentos com barras de ferro e pedaços de pau, queimadura das patas etc.. A maioria têm suas garras e dentes arrancados e/ou serrados para não representar tanto perigo.

 

A maioria desses animais adquire comportamentos neuróticos por viverem em cativeiro.

 

Além das diversas torturas dos treinamentos, esses animais são mantidos trancafiados ou acorrentados em pequenas jaulas sem a mínima condição de higiene.

 

>voltar<

 

 

Acontecimentos

 

Abandono de Animais pelos Circos

Setembro de 1985: Um circo fechou em Campinas/SP e deixou seus dois leões passarem fome e sede. Os animais foram recusados pelos jardins zoológicos paulistas, que alegaram saturação de leões.

 

Abril de 2000, Jornal O Diário Popular: Atibaia/SP - Circo Bartholo abandona quatro leões dentro de uma jaula, em um terreno baldio da prefeitura, no bairro de Guaxinduva, zona rural de Atibaia/SP.

 

21 de Abril de 2000, Jornal O Globo: Nova Iguaçu/RJ - Circo Vostok abandona sete leões em condições precárias, em um galpão na Lagoinha, em Nova Iguaçu.

 

04 de Janeiro de 2003, Folha de São Paulo: Mário Stankovich, proprietário do Circo da Romênia, abandona três leões dentro de duas jaulas, em uma praça no centro Sumaré/SP. 25 de Janeiro de 2003, um dos leões veio á óbito.

 

06 de Maio de 2002, Jornal Zero Hora: Eldorado do Sul/RS - Circo do México abandona duas leoas dentro de uma jaula, em uma propriedade de Eldorado do Sul, próximo à BR-290.

 

19 de Abril de 2004, Diário de Pernambuco: Pajeú/Recife - Circo Hatari abandona um urso pardo adulto, dentro de uma jaula, em uma rua próxima ao centro da cidade. O urso estava subnutrido e era alimentado com fubá e água há quatro anos, segundo informações do próprio dono do circo.

 

Julho de 2005, TV Paranaense: Circo abandona leão em Irati/PR.

 

18 de Outubro de 2005, TV Paranaense: Circo abandona um casal de leões em uma jaula, em condições precárias. Palmeira/PR

 

19 de Dezembro de 2005, Jornal Globo Online: Circo abandona cinco leões na caçamba de uma Carreta, no km 40 da rodovia MG-427, que liga Uberaba a Conceição das Lagoas/MG.

 

23 de Abril de 2008, Paraná Online: São José dos Pinhais/SP - Circo Aurora abandona seis animais, entre eles três cavalos, duas lhamas e um urso.

 

28 de Junho de 2008, Jornal Folha Online: Votuporanga/SP - Circo abandona leoa em uma carreta.

 

 

Fugas dos Animais em Circo

14 de Fevereiro de 2000, Jornal O Dia: Itaguaí - Leoa do Circo Real da Espanha é capturada após fuga.

 

08 de Agosto de 2000, Folha de São Paulo: São Simão/SP - Seis leões, do American Country Circu, fogem e são mortos a tiros de armas e fuzis.

 

28 de Novembro de 2001: Uma leoa do Circo Fantástico Show fugiu de uma jaula em Paracuru/CE, sendo perseguida pelo Pelotão da Polícia Militar, Ibama, entre outros. A fuga ocorreu em decorrência de um acidente de trânsito com a caminhonete que rebocava a jaula da leoa, que se abriu, permitindo a fuga.  A leoa foi morta a tiros pela Polícia Militar no dia 06 de dezembro de 2001.

 

07 de Dezembro de 2001, Jornal O Globo: Paracuru-CE - Leoa Chitara, fugitiva de um circo, é capturada e morta a tiros.

 

20 de Março de 2004, Jornal da Globo: Belém/PA - Leão abandonado por circo foge de um sítio. O animal ficava em uma jaula abafada e pequena, de apenas três metros quadrados, quando o mínimo necessário para um bicho do porte dele seria cem metros quadrados.

 

27 de Abril de 2003, Reuters: Moscou - Dois leões fogem do Circo de Sergueiev Possad após matarem o domador.

 

12 de Novembro de 2003, Jornal Agora: São Paulo/SP - Bambi, elefanta do Circo Stankovich, foge para a Radial Leste, movimentada avenida da zona leste de São Paulo.

 

16 de Dezembro de 2005, Jornal A Notícia: Campo Alegre/SC - Urso foge de circo e causa tumulto em Campo Alegre. O animal foi recapturado cerca de duas horas mais tarde, no quintal de uma residência no centro do município.

 

12 de Maio de 2006, Jornal a Notícia: Palhoça/SC – Elefante foge de um circo.

 

14 de Novembro de 2006, CBN Curitiba: Curitiba/PR - Pônei foge do Circo Áurea.

 

03 de Julho de 2007, Agência do Estado: Curitiba/PR - Avestruz foge de circo. O bicho só foi pego porque caiu numa valeta quando fugia por uma BR movimentada

 

09 de Dezembro de 2007, Portal Meio Norte.com: Cuiabá/MT - Leão foge da jaula de um circo.

 

 

Ataques dos Animais em Circo

Novembro de 1988: Maíra Arruda da Silva, de cinco anos, e sua irmã Marina Arruda da Silva, de dois anos, foram atacadas e mortas por um casal de leões que escaparam da jaula armada no picadeiro em Coronel Fabriciano/MG. O tio delas se feriu ao tentar salvá-las. Os leões foram apreendidos e os proprietários do circo foram levados a responder inquérito por duplo homicídio culposo.

 

1996 – Uma fêmea de elefante do Circo do México esmagou seu tratador Adão Ostroski, de 22 anos, em Santos/SP. O animal, de 4 toneladas, pegou o rapaz pela tromba e o arremessou ao chão para depois pisoteá-lo.

 

10 de Abril de 2000, Jornal O Globo: Recife/PE - Quatro leões, do Circo Vostok, matam garoto durante o intervalo das apresentações. Os leões foram eutanasiados.

 

25 de Abril de 2000, Reuters: Bangcoc/Tailândia - Jovem britânica morre após ser pisoteada por elefante em  resort tailandês.

 

16 de Dezembro de 2000, Jornal do Terra: Bengal/Índia - Tigres matam domadora durante uma apresentação com nove tigres.

 

17 de Agosto de 2001, Jornal O Dia: Quitandinha/PR – Leoa, do Circo Imperial do México, ataca trapezista.

 

26 de Dezembro de 2003, Jornal O Popular: Aparecida de Goiânia/GO - Tigresa, do Big Circo Mundial, ataca funcionário embriagado. O homem sofreu lesões no ombro e no braço e foi operado.

 

01 de Fevereiro de 2005: Indiana/EUA - Elefante mata homem em um circo em Fort Wayne, no Estado da Indiana. O animal esmagou um dos tratadores quando era colocado em um caminhão para transporte.

 

28 de Maio de 2005, Jornal Zero Hora: Porto Alegre/RS - Um tigre, do Circo Bremer, ataca seu domador.

 

05 de Junho de 2005, Jornal Zero Hora: Porto Alegre/RS - O leão Simba, do Circo Rodeio Búfalo, foi morto, com choque, pelo seu domador após atacar menino no picadeiro, durante apresentação que era vista por cerca de 400 pessoas.

 

20 de Julho de 2005, Jornal Tribuna Livre: Ervália/MG - Uma chimpanzé, do Circo Koslov, arranca o dedo mínimo da mão direita de um menor de 12 anos.

 

23 de Outubro de 2007, Na Hora Online: Serra/ES - Leão do circo Rostok ataca mulher e arranca braço.

 

26 de Fevereiro de 2008, Folha Online: China - Leão de circo arranca braço de criança. Em Fevereiro de 2007, um tigre matou uma menina de seis anos de idade que esperava para ser fotografada em um zoológico da Província de Yunnan, no sudoeste da China. Em Abril, 16 funcionários do governo foram demitidos por negligência depois que um crocodilo tentou comer um menino de 9 anos em um zoológico de Guangxi, no sudeste chinês.

 

 

Outros Acontecimentos

1980-2000: No Circo Di Napoli foi feita uma promoção perigosa durante vinte anos: quem bebesse uma lata de cerveja dentro de uma jaula com uma leoa, ganhava doze latas de cerveja como prêmio. Essa promoção só foi suspensa em 2000, depois da morte de um menino atacado por leões de circo.

 

05 de Setembro de 2000, Jornal Diário Catarinense: Xaxim/SC - Tigre do Circo Super Star morre por falta de comida. O veterinário que o examinou afirmou que o animal tinha desnutrição de último grau. Apesar de receber tratamento, seus órgãos não reagiram. A Polícia Ambiental encaminhou um termo circunstancial do ocorrido para a promotora do Ministério Público em Xaxim.

 

2001: Foi aberto processo no Ibama contra o Circo Garcia por maus tratos aos seus chimpanzés. Foi denunciado que eles são usados até os quatro anos de idade para entreter pessoas (por aluguel) e, depois disto, são confinados em cubículos para somente procriarem. Depois dessa idade, o comportamento dos chimpanzés não é mais dócil. Os bebês são separados das mães para serem treinados e já, aos adultos, não é permitido socializar.

 

21 de Março de 2004, Diário Catarinense: Penha/SC - Gato persa morre após cair de uma altura de 20 metros durante apresentação no Circo Beto Carrero.

 

Julho de 2004: Rio de Janeiro/RJ - Leão, em estado lastimável de saúde, é encontrado no Circo Koslov.

 

Outubro de 2003: Penha/SC - Morre Madú, elefanta que viveu anos no circo Di Napoli e passou o final de sua vida no Beto Carrero. No laudo dizia que a elefanta morreu com um raio na cabeça, apesar de ter vivido ao redor de uma cerca eletrificada.

 

Janeiro de 2004: São Paulo/SP - Cerca de 130 animais, do Zoológico de São Paulo, morrem por envenenamento

 

Junho de 2004: Bauru/SP - Dois tigres-de-bengala, do Zoológico de Bauru, são eutanasiados, pois fugiram e os dardos com tranqüilizantes não surtiram efeito.

 

Junho de 2004: Matelândia/PR - Morre leão que aguardava transferência após fechamento do Zoológioco de Matelândia.

 

Julho de 2004, Click RBS: Florianópolis/SC - Dois leões e dois tigres são apreendidos em um circo. Os bichos sofriam maus-tratos diários dos criadores. A fêmea teve suas unhas algumas presas arrancadas, além de está cega de um olho.

 

Julho de 2004: Sorocaba/SP - Uma onça macho e um leão, do Zoológico de Sorocaba, foram eutanasiados, já que não tinham mais serventia. 

 

28 de Outubro de 2005, Jornal do Commercio: Campo Grande/RJ - Policiais da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente descobriram um leão preso na casa do dono do Circo Koslov, Jésus Mario. “Baby”, de 15 anos, trabalhou no circo e, segundo o dono, estava “aposentado”. Jésus Mario foi autuado em flagrante por maus tratos aos animais e depois liberado.

 

09 de Julho de 2005, Jornal Vale Paraibano: Campos de Jordão/SP - Dois tigres do Circo Stankowich adoeceram e morreram por conta do frio.

  

09 de Fevereiro de 2006, Jornal Último Segundo: Itaboraí/RJ - Leão é encontrado com sinais de maus-tratos, dentro de uma jaula enferrujada, em frigorífico abandonado.

 

01 de Agosto de 2008, Jornal G1: 5 leões apreendidos em um circo em Antonina, no litoral do Paraná, foram levados ao Zoológico de Curitiba. Os leões estavam extremamente magros e machucados. O dono do circo deve pagar multa de R$ 6,5 mil

 

12 de Agosto de 2008, Uol Notícias: Fiscais do Ibama, funcionários do zoológico de Brasília e policiais militares cumpriram mandado de apreensão de bichos no Le Cirque, circo acusado de maus-tratos aos animais.

 

 

Alimentação: Há também o fato que alguns circos colocam anúncios em jornais de compra de cães e gatos velhos para darem como alimento aos leões. Outros contratam crianças e jovens de baixa renda para capturarem cães e gatos das ruas, para o mesmo fim!

 

Fevereiro de 1995: O Circo Balmen dava cachorros e gatos vivos para seus três leões famintos em Diadema/SP, no ABC paulista. Segundo denúncias, quem doasse um animal doméstico podia assistir gratuitamente ao espetáculo circense.

 

Agosto de 1999, foi publicado em um jornal de Recife, por Marco Bahé, que o Washington Circus (circo mineiro) comprava gatos sob cotação de R$ 1,00 por cabeça. O objetivo era alimentar um casal de leões. O circo estava instalado na cidade de Ibimirim, município do Sertão Pernambucano.

 

07 de julho de 2001, no Jornal Primeira Mão havia um anúncio do Cico Di Nápoli, no qual se dizia o seguinte: COMPRO GATOS E CACHORROS velhos. Pagamos bem. Rua Miguel Mota, 125 (Celso Borracheiro - Circo Di Nápoli).

 

>voltar<

 

 

Circos Sem Animais

Cia Clawnesca Cara Melada

Cia Pavanelli

Circo da Alegria

Circo Dança Teatro Intrépida Trup

Circo Girassol

Circo Mínimo

Circo Navegador

Circo Spacial

Circo Teatro Musical Furunfunfum

Circo Trapézio

Circo Vox

Circodélico

Cirque Ahbaui

Parlapatões, Patifes & Paspalhões

Sply

Up-Leon

Circo Popular do Brasil

Circo Gran Bartholo

Trupe Sapeka

 

>voltar<

 

 

Circos Com Animais

American Country Circu

Big Circo Mundial

Circo Di Napoli

Circo Bartholo

Circo Beto Carrero

Circo Bim Bobo

Circo da Romênia

Circo de Roma

Circo Hatari

Circo Koslov

Circo Garcia

Circo Imperial do México

Circo Moscow

Circo Real da Espanha

Circo Rodeio Búfalo

Circo Stankowich

Circo Super Star

Circo Tradição

Circo Vostock

Washington Circus

 

>voltar<

 

 

Cidades Brasileiras que Proíbem o Uso de Animais em Circos

Araraquara (SP)

Atibaia (SP)

Avaré (SP)

Balneário Camboriú (SC)

Batatais (SP)

Bauru (SP)

Bebedouro (SP)

Belo Horizonte (MG)

Blumenau (SC)

Camboriú (SC)

Campinas (SP)

Campo Grande (MT)

Campo Mourão (PR)

Caxias do Sul (RS)

Chapecó e Laguna (SC)

Cotia (SP)

Curitiba (PR)

Diadema (SP)

Florianópolis (SC)

Foz do Iguaçú (PR)

Gravataí e Rio do Sul (RS) Florianópolis

Guarulhos (SP)

Itajaí (SC)

Itú (SP)

Jacareí (SP)

Jaraguá do Sul (SC)

Joaçaba (SC)

Joinville (SC)

Juiz de Fora (MG)

Jundiaí (SP)

Maringá (PR)

Montenegro (RS)

Nova Odessa (SP)

Novo Hamburgo (RS)

Olímpia (SP)

Paraíba - proibido no estado

Passo Fundo (RS)

Pernambuco - proibido no estado

Poços de Caldas (MG)

Ponta Grossa (PR)

Porto Alegre (RS)

Rio de Janeiro - proibido no estado

Rio Grande do Sul - proibido no estado

Salto (SP)

Santa Maria (RS)

Santo André (SP)

Santos (SP)

Santos Dumont (MG)

São Bernardo do Campo (SP)

São Caetano do Sul (SP)

São Caetano do Sul (SP)

São José dos Campos (SP)

São José dos Pinhais (PR)

São Leopoldo (RS)

São Paulo (SP)

São Vicente (SP)

Sete Lagoas (MG)

Sorocaba (SP)

Tangará da Serra (MT)

Taquara (RS)

Taubaté (SP)

Ubatuba (SP)

Videira (SC)

Vinhedo (SP)

 

>voltar<

 

 

O Que Fazer

Você tomou conhecimento que um circo com animais está ou irá se instalar em sua cidade ou próximo à sua residência:

 

NÃO vá a circos que usem animais em seus espetáculos;

 

Conscientize as pessoas a não irem a circo com essas características;

 

Imprima panfletos educacionais e distribua o máximo que puder: Clique Aqui;

 

Denuncie, chame a polícia e faça um TC (cite o Art. 32 da Lei Federal de Crimes Ambientais 9.605/98) onde há lei que proíba. Caso essa lei não exista em seu município, pressione os políticos a promulgá-la. Recolha uma lista de assinaturas em papel com nome, endereço e RG, e entregue-o à Câmara dos Vereadores.

 

Fotografe e/ou filme os animais durante o treinamento, nos locais em que ficam alojados, durante e após a apresentação - provas e documentos são fundamentais para combater transgressões.

 

>voltar<