Seja um Ativista Seja um Associado Faça uma Doação Lojinha Adote Sobre a PEA

 

Página Inicial

Animais
Eventos
Meio Ambiente
PEA

 

Ajude a PEA

 

Ajude a combater os maus tratos e o abandono de animais. Seu apoio é muito importante.

Faça a Diferença

Clique Aqui

Você também pode ajudar

efetuando sua contribuição nos bancos abaixo

 

Banco Itaú

 Agência: 1574

Conta Corrente: 22004-0

 

Bradesco

  Agência: 0665-3

Conta Corrente: 127.526-7

 

CNPJ: 05.872.606/0001-30

 
Acesse, Copie, Divulgue

 

 

Siga a PEA

 

 

Notícias - ANIMAIS


 

Projeto prepara animais para serem adotados em Uberlândia (MG)

Que a Associação de Proteção Animal (APA) tem muitos cães para adoção, todo mundo já sabe. Mas quantos estão realmente estão habilitados para saírem do abrigo? Muitos querem ajudar os animais levando-os para casa, mas muitas dessas histórias de adoção não terminam com um final feliz. Os animais acabam sendo devolvidos para APA por não se adaptarem ao novo lar.

Diante dessa situação a treinadora de cães Hoden Rodrigues Borges participa do projeto adoção sistêmica que consiste em constelar cães adultos, deficientes e idosos por meio da técnica terapêutica fenomenológica chamada de constelação sistêmica. “Uma vez por semana, nós entramos em contato com esses cães visando dar a eles um novo significado do contato humano. Ou seja, muitos estão no abrigo traumatizados com a situação de abandono e maus-tratos que viveram. Isso acaba com o emocional do cão. Eles não aceitam receber carinho e têm pavor de contato físico. É uma situação muito triste e difícil”, contou a treinadora.

O projeto começou em outubro de 2015 e atualmente oito cães estão sendo trabalhados, sendo que três estão aptos para adoção. A treinadora conta que o processo de ressignificação pós constelação é demorado, pois depende de vários fatores como: nível de trauma físico, emocional, psicológico e ainda da falta de confiança que eles têm de nós humanos e vários outros. “Desde 2015, apenas dois cães foram adotados, o Tom Hanks e a Manu. Atualmente, nosso desafio é divulgar esses animais aptos para adoção para que possam sair do abrigo o mais rápido possível, pois merecem um lar amoroso”, disse a treinadora.

O projeto Adoção Sistêmica foi idealizado e criado pelo Instituto de Psicologia Canina e iniciado em parceria com o Educador Canino Wilson Peres. Além da treinadora Hoden, o projeto conta com as adestradoras, Simone Bebiano, Lara Maciel e Duda Pádua.

Atualmente, o maior desafio desses profissionais é conseguir uma estrutura física onde seja permitido fazer a parte de educação canina dentro APA. “Hoje, conseguimos atingir de 35 a 50% de resultado nas reabilitações, não conseguimos mais do que isso. Precisaríamos de um local onde cada cão tivesse um canil individual e que aos menos suas necessidades básicas fossem supridas. Seria necessário ainda um ambiente onde pudéssemos controlar os estímulos para ter um percentual maior de sucesso no trabalho. Apesar dessas dificuldades, os cães que participam do projeto estão cada vez melhores. O maior desafio agora é encontrar um lar para esses animais, eles precisam ser adotados para que possamos treinar outros cães”, disse Hoden.

A equipe da adoção sistêmica tem feito um ótimo trabalho, agora cabe a nós divulgarmos esses animais para que eles deixem logo o abrigo. Aposto que tem muito sortudo por aí merecendo um desses cães do projeto. Para saber mais sobre o projeto acesse a página no Facebook.

Fonte: G1

Data: 15/3/2017 11:35:00

Compartilhe a notícia:

>voltar<