Seja um Ativista Seja um Associado Faça uma Doação Lojinha Adote Sobre a PEA

 

Página Inicial

Animais
Eventos
Meio Ambiente
PEA

 

Ajude a PEA

 

Ajude a combater os maus tratos e o abandono de animais. Seu apoio é muito importante.

Faça a Diferença

Clique Aqui

Você também pode ajudar

efetuando sua contribuição nos bancos abaixo

 

Banco Itaú

 Agência: 1574

Conta Corrente: 22004-0

 

Bradesco

  Agência: 0665-3

Conta Corrente: 127.526-7

 

CNPJ: 05.872.606/0001-30

 
Acesse, Copie, Divulgue

 

 

Siga a PEA

 

 

Notícias - ANIMAIS


 

Polícia Militar evita dois casos de farra do boi em Porto Belo e Bombinhas (SC)

A Polícia Militar conteve duas ocorrências ligadas à Farra do Boi na madrugada deste domingo. A primeira delas ocorreu em Porto Belo. Um homem foi abordado enquanto assustava um boi para uma região onde, segundo a PM, ocorreria a farra. Ele responderá um termo circunstanciado e pode sofrer multas e pelo crime de maus-tratos aos animais.

O outro caso ocorreu na divisa de Porto Belo e Bombinhas. Segundo informações da PM, a corporação foi avisada de que haveria um boi solto sendo guiado para um local em que estava prevista uma farra. Os policiais encontraram o animal, que foi recolhido por funcionários da Cidasc. Um vídeo da ação chegou a circular em redes sociais e pessoas que aparecem nas imagens serão investigadas, segundo a PM, podendo vir a responder por maus-tratos.

PM critica a prática

— Infelizmente uma parte significativa dos moradores de Porto Belo e Bombinhas ainda não percebeu a vergonha que esse tipo de “cultura” agrega a municípios conhecidos nacionalmente por sua flora, fauna e belezas naturais. O comportamento visto em algumas farras e os argumentos apresentados por quem defende essa crueldade confundem-se muitas vezes com as mesmas justificativas daqueles que viviam em tribos, onde rituais eram realizados por puro sadismo e crenças animalescas — opinou o tenente Israel Nascimento Damázio, comandante da PM de Porto Belo e Bombinhas, em nota divulgada à imprensa.

A PM local tem atuado com barreiras em locais estratégicos, vistorias a veículos de transporte e sobrevoos do helicóptero Águia para mapear áreas suspeitas de receberem farras.

Fonte: Jornal de Santa Catarina

Data: 11/4/2017 09:10:39

Compartilhe a notícia:

>voltar<