Seja um Ativista Seja um Associado Faça uma Doação Lojinha Adote Sobre a PEA

 

Página Inicial

Animais
Eventos
Meio Ambiente
PEA

 

Ajude a PEA

 

Ajude a combater os maus tratos e o abandono de animais. Seu apoio é muito importante.

Faça a Diferença

Clique Aqui

Você também pode ajudar

efetuando sua contribuição nos bancos abaixo

 

Banco Itaú

 Agência: 1574

Conta Corrente: 22004-0

 

Bradesco

  Agência: 0665-3

Conta Corrente: 127.526-7

 

CNPJ: 05.872.606/0001-30

 
Acesse, Copie, Divulgue

 

 

Siga a PEA

 

 

Notícias - ANIMAIS


 

Animais sequestrados em zoo da Venezuela podem ter virado comida

Dados passados pela diretoria do Zoológico Metropolitano de Zulia informam que os desaparecimentos estão ocorrendo há pelo menos um mês e na lista dos animais sequestrados estão antas raras, caititus e um javali que foi encontrado mutilado.

O local também foi alvo de saques e atos de vandalismo. Enclausurados e indefesos, os animais sobreviventes convivem com o perigo diariamente.

O país enfrenta uma grave crise econômica e já foram registrados assassinatos de cães, gatos e aves para consumo humano.

A falta de alimento e recursos deixou zoos e abrigos sem comida para os animais. Apenas no zoo de Caracas, aproximadamente 50 animais morreram de fome desde 2016, segundo denúncia de um líder sindical à agência Reuters.

Acredita-se que atualmente o país sofra uma verdadeiro holocausto animal devido a situação de completo abandono e precariedade das condições de vida da população.

Em 2016 a ANDA publicou uma matéria trazendo dados alarmantes de abandono de animais domésticos na Venezuela. ONGs internacionais tentaram oferecer ajuda mas foram impedida por autoridades do país. A ONG Rede de Apoio Canino denuncia que canis municipais assassinaram milhões de cães e gatos. Segundo a instituição, como não há anestesias, o sacrifício é feito de forma brutal e violenta. “Os animais são os seres mais afetados pela crise no país, pois não podem falar nem unir forças para se defender”, lamenta Mariant Lameda, porta-voz da ONG.

Fonte: ANDA

Data: 17/8/2017 17:18:10

Compartilhe a notícia:

>voltar<