Seja um Ativista Seja um Associado Faça uma Doação Lojinha Adote Sobre a PEA

 

Página Inicial

Animais
Eventos
Meio Ambiente
PEA

 

Ajude a PEA

 

Ajude a combater os maus tratos e o abandono de animais. Seu apoio é muito importante.

Faça a Diferença

Clique Aqui

Você também pode ajudar

efetuando sua contribuição nos bancos abaixo

 

Banco Itaú

 Agência: 1574

Conta Corrente: 22004-0

 

Bradesco

  Agência: 0665-3

Conta Corrente: 127.526-7

 

CNPJ: 05.872.606/0001-30

 
Acesse, Copie, Divulgue

 

 

Siga a PEA

 

 

Notícias - ANIMAIS


 

'Deu ânsia ao ver tanta maldade', diz dona de vira-lata arrastada por carro em rua de Angatuba (SP)

A dona da cachorra vira-lata, que foi atropelada e arrastada por um carro na área central de Angatuba (SP), passou mal ao assistir as imagens das câmeras de segurança que registraram o atropelamento.

A comerciante Maria de Lurdes Amaral disse ao G1 que ela e todos da família demoraram para acreditar que o caso tinha acontecido com a cadela deles, batizada de Chorona e tem 9 anos.

“Me deu ânsia de vômito quando eu vi. Não consegui nem assistir direito as imagens porque é muita maldade. É difícil de acreditar que pode existir tanta maldade em uma pessoa", diz.

"É algo horroroso. Não tem explicação. Todos em casa demoramos para acreditar”, completa Maria de Lurdes.

Câmeras de segurança de uma residência registraram o momento em que a vira-lata é atropelada e arrastada pelo carro. No vídeo (veja imagens acima), é possível ver o momento em que um carro preto aparece na rua Salvador Rodrigues dos Santos já arrastando o animal, que acabou preso em um dos pneus da frente.

Por outro ângulo é possível observar que o motorista chega a parar o veículo na esquina, mas resolve seguir em frente e passa novamente por cima da cadela.

O animal fica no meio da rua e o motorista foge sem prestar socorro. Com muita dificuldade, a cadela se arrasta até chegar perto da calçada.

Maria relata que no dia a cachorra saiu de casa por um descuido e não tem costume de ficar na rua.

“O que acontece é que veio um entregador no depósito e a porta deve ter ficado meio aberta. E foi a hora que ela fugiu, porque não tinha nem como ela fugir. Quando foi para pegar ela, não deu tempo. Ela virou a esquina e o carro já bateu nela”, diz.

A comerciante também é protetora dos animais e, além de Chorona, tem outros oito cachorros e cerca de 30 gatos. Para ela, o que aconteceu serve como alerta sobre os maus-tratos aos animais.

“Isso serviu para mostrar o quando tem que gente que consegue maltratar os animais. A gente nunca acredita que possam existir pessoas assim, sem amor. É impossível o motorista não ter percebido ela no pneu, porque ela é gorda e ele teria visto ou ouvido o barulho. É tão triste isso”, ressalta.

Estado de choque

Uma mulher que passava de carro socorreu a cachorra, levou para uma clínica veterinária e conseguiu localizar Maria, que mora perto de onde aconteceu o acidente.

Segundo o veterinário Fábio Peron, a cachorra chegou com várias fraturas e em estado de choque.

“O animal veio com algumas fraturas e em choque. O primeiro procedimento foi tirar a cachorra deste estado. Contemos os sangramentos, feridas e estabilizamos os ferimentos nas primeiras 24 horas. Agora vai precisar de um acompanhamento”, diz.

Ainda de acordo com Maria, após atendimento veterinário, a cachorra voltou pra casa. "Ela está viva por milagre. Agora vai passar por tratamento para recuperar os movimentos da perna. Ela teve um pequeno trauma e com a ajuda de acupuntura vai conseguir resolver", diz.

A comerciante conta que registrará boletim de ocorrência na delegacia. Segundo a Polícia Civil, o caso será investigado e a pessoa que estava conduzindo o carro pode ser autuada por maus-tratos.

“Espero que não tenhamos mais esse tipo de situação. Vamos cuidar da Chorona e torcer para que ela se recupere bem. Quando à pessoa que fez isso, espero que possa ser responsabilizada pela atitude tão cruel.”

Fonte: G1

Data: 13/12/2017 14:31:42

Compartilhe a notícia:

>voltar<